HÉRNIA DE DISCO
Como se forma uma hérnia de disco? Como fazer para tratar?
Disco intervertebral funciona como um separador entre uma vértebra e outra e também é um amortecedor, que dissipa os impactos gerados quando andamos ou corremos. Quando um segmento vertebral perde a articulação com o segmento superior ou inferior, o disco vertebral passa por diversas modificações. A Falta de articulação pode ser causada pela falta de postura, quedas, stress muscular, pouca ingestão de água, traumas, etc.
clinica de quiropraxia em salvador
clinica de quiropraxia em salvador clinica de quiropraxia em salvador
clinica de quiropraxia em salvador
Quando um segmento vertebral perde a articulação com o segmento superior ou inferior, o disco vertebral passa por diversas modificações:
1. A função de amortecedor é comprometida uma vez que a articulação não está funcionando, músculos de sustentação tendem a contrair, imobilizando assim os dois segmentos envolvidos e o disco entre eles.
2. O funcionamento normal do disco permite que quando comprimido
 

verticalmente, detritos e células mortas são expelidos e existe a troca de fluídos. Quando alongado verticalmente, cria-se uma pressão negativa interna que permite um maior fluxo sangüíneo no núcleo, trazendo assim nutrientes e mantendo o disco hidratado. Ao perder o movimento devido a subluxação vertebral, o disco começa então a passar pelo processo de degeneração, aumentado a carga de detritos e falta de nutrientes passando assim pelo processo de desidratação.
3. Uma vez desidratado, o disco vai perdendo consistência vindo a se abaular. Os anéis fibrosos enfraquecem, permitindo que o núcleo venha a rompê-los formando-se assim a protrusão discal em seus diversos graus e tamanhos. Uma vez que o núcleo rompe todos os anéis, forma-se a hérnia, comprimindo assim raízes nervosas. (Veja animação acima).
Chamo a atenção para esses detalhes, pois nota-se que problemas com o disco estão diretamente ligados à formação de subluxação vertebral (CID M99.1). Pode-se observar que quando um paciente apresenta-se com uma hérnia, os discos adjacentes também estão desidratados ou passando a ficar desidratados – Na ressonância vemos a diminuição da onda T2 para esses discos – o que levará a futura hérnia, se não tratados.
Nota-se também que pacientes com problemas de hérnia na região lombar não tratada, com o passar do tempo irão ter hérnias cervicais: devido à falta de absorção dos impactos na região lombar, impacto esse que agora viaja pela coluna, chegando aos discos cervicais, que não são tão robustos quanto os lombares, causando danos aos mesmos.
O Trabalho do Quiropraxista é remover a subluxação, facilitando e permitindo que o nervo funcione sem impedimentos, restaurando o movimento natural das vértebras.

Clique aqui para marcar sua consulta on-line ou ligue no 3351-3094 para agendar sua consulta.

Florida, USa